sábado, 16 de outubro de 2010

Dia Comum



Olho no relógio, analizo cada movimento que o ponteiro faz, ansiosamente espero as horas passar... O dia é aquele comum, o da rotina, uma xicará de café na mesa, lápis e papel para rabiscar, pensamentos longe e nada na mente para expressar.

Silenciosamente vejo o sol irradiar minha sala, ao lindo som dos pássaros cantando... Talvez falte-me algo no momento, que me impulsione a escrever, ou simplesmente o cenário não é tão inspirador.

Lembro-me que este mesmo cenário fez-se presente na maioria das minhas inspirações, só não o tinha notado exatamente por que inspirada estava... Entretanto hoje encontro-me sem inspiração apenas com foco no cenário.

Daí vejo o quanto não nos importamos com as situações que nos cercam quando o principal objetivo é o nosso próprio interesse, não importa quão belo seja, nossos focos em nós mesmo, nos deixam cegos.




Tallita Monteiro

0 expressões:

Postar um comentário

Espero prender a atenção de vocês e fazer com que se identifiquem com cada palavra lida. Viaje comigo nessa imensidão de palavras.
Obrigado por comentar...Volte sempre!