sexta-feira, 26 de novembro de 2010

...E pode não haver amanhã...



Em uma noite de primavera, um ano após a partida da pessoa amada...
Ela sai apenas para se divertir com suas amigas, jamais imaginaria o que aconteceria adiante.

Em uma rua tranquila ela caminhava com suas amigas, conversas soltas, muitas gargalhadas, quando de longe ela avista um jovem sentado no banco do parque, cabeça baixa, meio triste, aparentemente solitário.

Ela afasta-se das amigas e caminha em direção ao jovem, ao aproximar-se dele observa que lagrimas rolam em seu rosto e suas mãos seguram um pedaço úmido de papel... Talvez por solidariedade, ela senta ao seu lado e o abraça... Alguns minutos em silêncio os dois permanecem... Ele ainda se derramando em lágrimas e ela o reconfortando embora ainda não saiba o motivo daquele choro.

Ainda em silêncio ele mostra o bilhete para ela...onde estava escrito: “- Jamais esquecerei de você, e apesar de tudo eu ainda te amo.”

Confusa, ela pergunta, o que o deixara assim, deprimido, aos prantos, inconsolável, quem era a dona do bilhete e o que aconteceu...

Ele suspira... E diz: - Ela escreveu isso quando ainda estava no hospital, não mais falava, estava acamada, morrendo aos poucos... Sinto-me culpado, eu a amava muito, mas nunca demonstrei... muitas palavras não disse, e agora ela se foi... Sempre fui rudi com ela, e mesmo em seus ultimos minutos ela lembrou de mim e suas ultimas palavras estão neste papel dedicadas a mim, que nem lá não estava... Não consigo me conformar... talvez se eu tivesse dito que a amava pelo menos uma vez... tenho muitos arrependimentos, do que nunca fiz para fazê-la feliz... eu nunca pensei que ela partiria assim, de repente... hoje não me conformo, queria uma segunda chance e não terei jamais. Mas...

Peço-lhe uma coisa, se amas alguém, corra até ele e digas bem alto que o ama... Não poupe esforços para fazer-lo feliz... Saiba compreende-lo, ajudá-lo, ser companheiro, não espere o amanhã para mostrar seus sentimentos, pois ele pode não existir para você. Jamais brinque com alguém que te ame, pois essa pessoa não merece, e um dia você pode pagar o que a ela esta fazendo. Procure não desperdiçar tempo, se amas alguém, trate-a bem. Jamais desperte o Amor em alguém, e depois a rejeite, Pois iras viver como eu... um eterno apaixonado vivendo de arrependimentos, por ter rejeitado a pessoa amada.

Sem mais perguntas ela o conforta, e junto com ele chora, lembra que esses relatos é igual a sua história... e no bolso ela ainda carrega o mesmo bilhete, que um dia recebera da pessoa amada.

“Jamais deixe de demonstrar seus sentimentos, pois pode chegar o dia em que eles servirão apenas para aflingir um coração que não foi capaz de amar".





Tallita Monteiro

1 expressões:

Espero prender a atenção de vocês e fazer com que se identifiquem com cada palavra lida. Viaje comigo nessa imensidão de palavras.
Obrigado por comentar...Volte sempre!