terça-feira, 12 de abril de 2011

Ao Acaso



Andava desligada por uma rua calma e ao chegar no final da rua avistei uma praça. Aos poucos fui me aproximando e me deparei com um belo canteiro de flores, logo ao lado havia um banco e sentei-me para admirar as belas flores que ali estavam desabrochando.
Alguns minutos depois, começou a chover e olhando ao lado pude ver um jovem todo molhado vindo em minha direção com um belo sorriso. Ao se aproximar ele me pergunta se pode me acompanhar nessa fantástica admiração pela paisagem e sem ao menos pensar eu concordo com sua companhia.
Aos poucos uma longa conversa surge entre nós, é como se há muito tempo nos conhecêssemos, ficamos tão distraídos um com o outro que nem nos importamos com a chuva forte que caia sobre nós.
Parecia que o amor tinha batido, ou melhor, tinha arrebentado a porta do meu coração. Desde esse dia jamais paramos de nos ver, parece que até que somos a metade um do outro, quem diria que em um simples momentos, de uma forma espontânea eu encontraria o amor da minha vida.
Quando a gente menos espera, tudo vem e acontece de uma forma natural e sem explicação.




Tallita Monteiro

2 expressões:

  1. Lindo Tallita,como é bom
    quando somos guiados de encontro
    àquele que será o grande amor da
    vida.
    Lindo como você expressa os sentimentos
    e os acontecimentos do amor.
    Bjs,tenha um dia abençoado,Deus te cuide!

    ResponderExcluir
  2. Ao acaso

    Ao acaso sabemos nós do futuro ou do porvir?
    Ao acaso fazemos nós acontecer aquilo que inevitavelmente se fez?
    Ao acaso reinventaríamos o momento mais real e intransferivel de nossas vidas?
    O acaso não existe quando estamos sendo controlados "guiados" pelo Espirito de Deus.
    As vezes o acaso se faz parecer doloroso, mas nós é que não sabemos dos seus propósitos.
    O bem futuro já está próximo e o acaso se torna o provável.

    ResponderExcluir

Espero prender a atenção de vocês e fazer com que se identifiquem com cada palavra lida. Viaje comigo nessa imensidão de palavras.
Obrigado por comentar...Volte sempre!