terça-feira, 19 de julho de 2011

Confesso²


Confesso que ando muito cansada, sabe? Mas um cansaço diferente… um cansaço de não querer mais reclamar, de não querer pedir, de não fazer nada, de deixar as coisas acontecerem. Confesso que às vezes me dão umas crises de choro que parecem não parar, um medo e ao mesmo tempo uma certeza de tudo que quero ser, que quero fazer. Confesso que você estava em todos esses meus planos, mas eu sinto que as coisas vão escorrendo entre meus dedos, se derramando, não me pertecendo. Estou realmente cansada de ser mar agitado, de ser tempestade… quero ser mar calmo. Preciso de segurança, de amor, de compreensão, de atenção, de alguém que sente comigo e fale: “Calma, eu estou com você e vou te proteger! Nós vamos ser fortes juntos.” Confesso que preciso de sorrisos, abraços, chocolates, bons filmes, paciência e coisas desse tipo. Confesso que espero sempre ouvir um eu te amo em cada mensagem, ligação ou encontro.


 


Caio F. Abreu

1 expressões:

  1. Boa noite Tallita,

    Lindo post!
    É agradável cada gesto de afeto, cada expressão de amor. Dá segurança e andar em comunhão com o ser amado, faz a vida ser mais alegre.

    Convido você a participar da campanha: Um minuto pela família. Acabei de entrar e participar, gostaria , que você fizesse parte desta união. No blog está tudo explicado, qualquer dúvida pode pergunta.

    Abraço, abençoada noite!

    ResponderExcluir

Espero prender a atenção de vocês e fazer com que se identifiquem com cada palavra lida. Viaje comigo nessa imensidão de palavras.
Obrigado por comentar...Volte sempre!