quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Tudo Novo de Novo


O choro secou. Um outono doce impera com seu aconchego de amor e lucidez, suaves. E esse abraço aveludado que chegou repentinamente, num calorzinho de cuidados e curas. Não restam mais feridas. A dor perdeu seu lugar na minha rotina e foi procurar outros rumos. Tenho novos sonhos e um sono novo e profundo. Suavemente tudo mudou de ritmo e celebrei o tempo de cada novo passo. A princípio tive tanta ansiedade, porque tudo parecia um turbilhão, mas de que adianta tentar pular aprendizados? Se é de poesia que o poeta precisa, vamos a ela e não mais à repetição de uma melancolia eterna e bem aprimorada. Chuva e sol, calor e frio: eis o equilíbrio da vida. Se eu nasci com o sorriso mais largo do mundo, não vou entristecer o meu olhar nem anestesiar minha alegria. O choro secou. Já era tempo de prestar mais atenção em outras cores, promover como prediletas outras flores e entrar no mar sem medo, furando a onda com respeito e repetindo a cena com entrega e confiança. Nada ficou fragmentado. Saí inteira e o amor em mim transborda: pele aceitando carícia, olhar brilhando com a menor das delícias. O toque é novo e a respiração tranqüila. Às vezes ainda ofego um pouco, mas quem disse que artista nasceu para sentir pouco? Importante agora é que o choro secou. Antes o meu pranto era cego. Tive que olhar longamente no espelho pra saber o que ainda poderia resgatar de mim. Não quis nada do que restou, quis o meu sorriso novo, minhas portas abertas e a vontade de saltar novamente no desconhecido. E hoje eu só choro se for de alegria.
 


Marla de Queiroz

5 expressões:

  1. que texto lindo Tallita,
    quer saber?! também estive cheia de ansiedades,
    de choros engolidos e abafados,mas me uno a você nesse instante,e decido secar essas lágrimas doídas para dar lugar ao só o que me fazer chorar,mas de alegria...
    a ter olhos limpos para enxergar a poesia,e um coração tranquilo e em paz para sentir como artista,tudo tão intensamente que chega a arder a pele...
    saudades de vc no Detalhes
    ;]
    fica na paz,
    grande beijo!

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Tallita,

    Linda mensagem, é um texto que toca.
    Chorar de alegria é uma alívio pra alma, nada mais de chorar por tristeza é o que se deve fazer.

    Bjs, tenhas um lindo dia!

    ResponderExcluir
  3. Olá ,parabens pelo seus texto sou de uma nova editora, a procura de novos talentos.Gostaria de conversar com você sobre seus textos.

    e-mail- editorastalkear@hotmail.com

    Aguardo resposta.

    ResponderExcluir
  4. oi Tallita,
    ué, não sei se essa editora é confiável não kkkkkk
    mas fiquei curiosa pra saber o que eles querem...
    acho que vou responder o email e ver do que se trata kkk
    e vc? o que acha?

    ResponderExcluir
  5. pois é...
    eu acabei de responder,e deu certo...
    vamos ver no que vai dar
    kkk'
    beijo!

    ResponderExcluir

Espero prender a atenção de vocês e fazer com que se identifiquem com cada palavra lida. Viaje comigo nessa imensidão de palavras.
Obrigado por comentar...Volte sempre!