sexta-feira, 29 de julho de 2011

Viva segundo os propósitos de Deus

Às vezes a vida nos surpreende de uma forma incrível, várias pessoas passam por nós em vários momentos e épocas diferentes. Confesso que eu não gosto muito de ficar analisando os acontecimentos vividos, entretanto sempre me deparo em meio a momentos nostálgicos. O que me faz refletir, sobre o que conquistei e o que deixei passar, o que eu quis e o que realmente almejo hoje... E enfim, descubro que meus pensamentos e desejos se tornaram totalmente controversos as minhas reais conquistas. Daí me interrogo, “Se o que eu tenho hoje não é exatamente o que eu sempre desejei, por que então insisto em tê-lo?”

Engraçado como às vezes nossa vida toma um rumo totalmente diferente do que um dia traçamos para ela. Passamos muito tempo, planejando, sonhando, refazendo planos e sonhos, e quando vamos colocá-los em prática eles simplesmente não saem nem parecidos com os rabiscos um dia feitos. Então será que os impulsos do destino prevalecem sobre os sonhos planejados?

Creio que todos nós fomos criados com sonhos e projetos, contudo Aquele que nos criou, nos criou com um propósito, e cada vez que nos afastamos desse propósito para realizar nossos próprios sonhos, há uma confronto onde os propósitos sempre irão superar nossos planos, daí acontece o que citei acima, adquirimos e conquistamos algo que nem planejamos, porém insistimos em querer. Mas se priorizarmos os propósitos estabelecidos, então nossos sonhos serão facilmente realizados.

E que propósitos são esses?... Esses propósitos são estabelecidos por Deus, e nós passamos a conhecê-los quando nos tornando mais próximos Dele, nos fazendo sensível a Sua doce voz.

Aproximar-nos de Deus é fácil, não há mistério, não há muros, não há nenhum impedimento a não ser nós mesmos. Nossa vida difícil,agitada, stressante, nossos vícios e desejos insanos, nossas atitudes erradas e nosso coração duro e petrificado diante Dele, são algumas das coisas que nos fazem seguir caminhos distantes dos verdadeiros propósitos de Deus.

O que nos falta é conhecer a Deus, como nosso amigo, nosso pai, nosso guia, como nosso tudo. Ele sempre estará ao nosso lado, esperando um sinal de entrega nossa para Ele. Ser bom não é suficiente para conhecer a Deus, pois O mesmo se revela para aqueles que o buscam com anseio no coração e com passos retos aos Seus olhos. Viver não é fácil, a vida é como uma roda gigante, com momentos altos e outros baixos, entretanto Deus nos deu o manual dessa roda gigante, a bíblia, o que nos falta é reconhecer que não somos auto-suficientes e que necessitamos das coordenadas que só Ele tem para então conquistarmos o real padrão de realização pessoal.

Sonhos e planos são importante, mas conhecer o Amor de Deus e viver para Ele é essencial, pois é através Dele que adquirimos a chave para uma vida eterna. Aprenda a viver segundo os propósitos que Deus tem para sua vida.




Tallita Monteiro

segunda-feira, 25 de julho de 2011

E...

Infelizmente ainda não sei como te descrever
Mas dentro de mim há um coração batendo por você
Meus sonhos insistem em te ter como inspiração
Fazendo-me esquecer qualquer imperfeição

Não sei ao certo como decifrar esse sentimento
Mais vou tentando organizar meu pensamento
Preciso que você me compreenda, ainda estou confusa
Preciso muito do seu carinho e da sua ajuda

Queria te ter mais presente com maior disponibilidade
Entretanto vou me conformando em meio aos surtos de saudade
Espero que em breve a gente venha um ao outro se adaptar
E que esse desencontro possa de uma vez acabar




Tallita Monteiro

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Há quem diga...


Que todas as noites são de sonhos.
Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão.
No fundo, isto não tem muita importância.
O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos. 
Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado.



William Shakespeare

Será que...

Será que ainda existem demonstrações de afetos
Em forma de pequenos gestos?
Será que um buquê de rosas ainda arranca suspiros?
Será que ainda podemos recitar belas rimas e versos?

Será que ainda existem pessoas piegas?
Será que ainda damos valor às pequenas coisas?
Será que uma mensagem no meio da noite acelera um coração?
Será que ainda conseguimos viver de emoção?

Será que o romantismo ainda existe no mundo?
Será que os poemas não são mais tão profundos?
Será que a insensibilidades está reinando em nosso meio?
Será que amor virou apenas um devaneio?            

Será que é este presente que queremos viver?
Será que no fundo é isso que queremos ser?




Tallita Monteiro

terça-feira, 19 de julho de 2011

Não podemos...


Não podemos pagar tamanho sacrifício feito na cruz
Que nos trouxe regeneração através de Jesus
Não podemos nos esquivar de Sua presença
E nem querer viver sem a Sua essência

Não podemos andar sem Seu temor
E sim confessá-lo como nosso único Salvador
Não podemos viver sem agradecer
Mas constantemente graças a Ele render

Não podemos limitar Seu poder em nossa vida
E sim crê que Ele sempre sara nossa ferida
Não podemos esquecer do seu amor
Que nos traz paz em meio à dor

Não podemos jamais rejeitar Jesus
Pois é Ele que ao céu nos conduz
Não podemos reprimir em nós o Seu agir
E sim todos os Seus passos seguir



Tallita Monteiro

Confesso²


Confesso que ando muito cansada, sabe? Mas um cansaço diferente… um cansaço de não querer mais reclamar, de não querer pedir, de não fazer nada, de deixar as coisas acontecerem. Confesso que às vezes me dão umas crises de choro que parecem não parar, um medo e ao mesmo tempo uma certeza de tudo que quero ser, que quero fazer. Confesso que você estava em todos esses meus planos, mas eu sinto que as coisas vão escorrendo entre meus dedos, se derramando, não me pertecendo. Estou realmente cansada de ser mar agitado, de ser tempestade… quero ser mar calmo. Preciso de segurança, de amor, de compreensão, de atenção, de alguém que sente comigo e fale: “Calma, eu estou com você e vou te proteger! Nós vamos ser fortes juntos.” Confesso que preciso de sorrisos, abraços, chocolates, bons filmes, paciência e coisas desse tipo. Confesso que espero sempre ouvir um eu te amo em cada mensagem, ligação ou encontro.


 


Caio F. Abreu

domingo, 17 de julho de 2011

Apenas...


Sinto falta do tempo em que você era meu
Do carinho que em meio a distancia se perdeu
Sinto falta dos momentos que com você passei
E de tudo que contigo vivenciei

Sinto falta do seu abraço gostoso
E da expressão feliz do seu rosto
Sinto falta das mensagens marcando encontro
Das conversas que nos causavam encanto

Sinto falta das suas besteiras sem graça
E do nosso canto no banco da praça
Sinto falta da cumplicidade que tínhamos
E dos cálculos chatos que fazíamos

Sinto falta do seu jeito romântico
E até dos seus surtos estranho
Sinto falta do seu sorriso
E do seu ombro sempre que era preciso

Apenas estou sentido falta de você
E de tudo que um dia dissemos não esquecer
Pois acima de qualquer diversidade
Espero sempre poder contar com sua amizade


 
Tallita Monteiro

...

A vida me ensinou a dizer adeus às pessoas que amo, sem tirá-las do meu coração,sorrir às pessoas que não gostam de mim, para mostrá-las que sou diferente do que elas pensam,calar-me para ouvir, aprender com meus erros, afinal, eu posso ser sempre melhor! Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade, Para que eu possa acreditar que tudo vai mudar. A abrir minhas janelas para o amor e não temer o futuro. A lutar contra as injustiças. Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo. Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade, para que eu possa acreditar que tudo vai mudar.

 
 
Charles Chaplin

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Ando...

 

Ando com receio de me machucar
E novamente lágrimas derramar
Ando com receio de acariciar
E novamente me enganar

Ando com receio de me envolver
E novamente meu coração sofrer
Ando com receio de falar eu te amo
E novamente só resta para mim o engano

Ando com receio de ficar construindo
E no fim está apenas me iludindo
Ando com receio de demonstrar meu amor
E novamente eu me encontrar com a dor

Mas antes de todo o receio eu tenho esperança
Que o amor possa promover a necessária mudança
E que apagando os receios antigos
Eu possa enfim, viver feliz contigo







Tallita Monteiro