sábado, 28 de julho de 2012

Que não fosse nada...


(...) que não tivesse descompassado o coração, que não alterasse o destino do sangue que corria nas minhas veias, que não comprometesse minha expectativa, que passasse de leve, quase que  imperceptivel do meu lado. Mas você veio com tudo, suspirou e me roubou o ar, me tocou e tatuou toda a pele. Podia ser quase nada, podia ser só um rosto e um endereço, podia ser despercebido. Agora é o livro preferido da minha estante, meu nome predileto. 
(...)






Cáh Morandi

3 expressões:

  1. 'They had not wildly the heart, which does not alter the fate of the blood that ran through my veins, that did not compromise my expectation, which was but slight, almost imperceptible on my side. But you came with everything, I sighed and stole the air touched me and all the tattooed skin. It could be almost anything, could be just a face and an address, could be overlooked. Now is your favorite book from my shelf, my favorite name.'

    Hello, Tallita

    Looks like a very scenic location for introspective. As well as looking at others.:)

    Happy Sunday to you.

    ResponderExcluir
  2. e essas coisas são inevitáveis e imprevisíveis demais ao meu ver kk ...

    bjo Tallita.

    ResponderExcluir
  3. E quando alguém chega assim não tem jeito, o amor acontece.

    Lindo post!

    Beijos.

    ResponderExcluir

Espero prender a atenção de vocês e fazer com que se identifiquem com cada palavra lida. Viaje comigo nessa imensidão de palavras.
Obrigado por comentar...Volte sempre!