quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

O Amor...


(...)  é como uma grande casa que tem que ser construída por você. Ele pode sofrer com as tempestades, entretanto continuara ali. Você não pode deixá-lo morrer quebrar ou vender por qualquer casa que já esteja pronta porque assim não descobrirá o valor de tê-la, assim é o amor. A casa suportara se estiver ali nas alegrias, tristezas, raiva, ciúmes e todos os seus sentimentos tudo o que envolva o coração. 

Construa esta casa, deixe-a transformar-se em uma mansão, pois esse é o verdadeiro amor o que escuta e compreende e vive dentro de cada pessoa que se deseja amar."






-Diário de uma Paixão

3 expressões:

  1. Ah, Diário de Uma Paixão... que livro! *-*
    Ótimo post.
    Até mais ;*

    ResponderExcluir
  2. Oi,Llitinha, boa noite!!
    O trecho é corretísimo e muito lindo. Pois só damos valor ao que nos custa, e nada nos custa mais que algo construído pelas próprias mãos, dia a dia, com sacrifício e com lembranças doces. Casas são construídas tijolo a tijolo, linha a linha de cimento, detalhe a detalhe. Ah, nada é melhor para representar um grande amor que uma linda casa. Por isso, Salomãodiz que ainda que fossem oferecidos todos os bens por ela, decerto isso seria desprezado.
    Suas postagens são maravilhosas.
    Um beijo carinhoso
    Doces sonhos
    Lello
    P.S. 1 - Amo este blog.
    P.S. 2 - Há uma imagem linda, algumas postagens atrás, que é de uma moça na janela. Quero lhe pedir perdão se estou sendo inconveniente, mas eu amaria tentar fazer um poema com ela, se vocême permitisse, com o devido crédito, é claro.
    Beijo, pequena.

    ResponderExcluir
  3. O seu blog está lindo Talli, muito romântico mesmo.
    Que você tenhas muita inspiração e muitas bonitezas em seu 2013!

    Beijo

    ResponderExcluir

Espero prender a atenção de vocês e fazer com que se identifiquem com cada palavra lida. Viaje comigo nessa imensidão de palavras.
Obrigado por comentar...Volte sempre!