terça-feira, 15 de outubro de 2013

Seguindo o Plano


Tentando reprimir as palavras sobre você
Resolvi novamente dá asas a esta inspiração
Fazendo poesia do amor que não posso ver
Neste entardecer com cheiro de recordação

Nós dois no mesmo lugar, porém separados
Este crepúsculo que se inicia me faz lembrar
Feito sol e lua no mesmo céu, mas afastados
Juntos apenas por uma única forma de olhar

Procuro manter lembranças bem guardadas
Pra de vez em quando poder senti-lo perto
Apesar dessa distância sinto certas alegrias
Como saber que nestas rimas tu és concreto

Contemplando a partida desse extenso dia
Sinto uma tal saudade querendo florescer
Distraio o pensamento e quebro essa magia
Tenho que seguir o plano para te esquecer




5 expressões:

  1. Os sensações invadem a nossa alma e acordam sentimentos que causam alegria, ainda, mas que vão minguando com o tempo! abração amei a poesia, por ser de coração aberto!

    ResponderExcluir
  2. Nem sempre é fácil esquecer um novo amor.
    Mas o que é pra ser nosso, pode até partir por um tempo mais volta.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Que poema! Ele é todo sensibilidade, todo melancolia, todo inspiração. E tem um término muito belo, muito belo. Tu mais uma vez foste perfeita. :) Beijoss

    ResponderExcluir
  4. O amor é sempre uma linda fonte inspiradora de palavras que transformam e melhoram um ser humano. Adoro essa imagem!!!
    Bjs :)

    ResponderExcluir
  5. Esquecer é sempre muito difícil, e tu conseguistes exprimir isto em tais versos,
    Adorei ter conhecido este teu cantinho e agradeço pela visita ao meu :)
    Coloquei teu blog na galeria com a carinha da Minnie... beijos!!!
    Ah, estarei te visitando... vou incluir este espaço na lista que fica na lateral do blog.

    ResponderExcluir

Espero prender a atenção de vocês e fazer com que se identifiquem com cada palavra lida. Viaje comigo nessa imensidão de palavras.
Obrigado por comentar...Volte sempre!