sábado, 30 de novembro de 2013

Nossa Simplicidade...


Eu não preciso de muitos gestos complexos
Que cause inveja e chame bastante atenção
Basta-me apenas a calmaria dos teus braços
E sentir nos abraços o pulsar do seu coração

Eu não gosto de fazer exibição de felicidade
Que acabam desencadeando sorrisos vazios
Aprecio o anonimato da nossa tal realidade
E da nossa forma simples de trocar carinhos

Eu não sou muito de me declarar, mas a você
Digo-te que gosto dessa tua doce companhia
Do som da sua voz em cada novo amanhecer
E do teu amor enchendo meus dias de alegria




7 expressões:

  1. Ninguém precisa de demonstrações públicas de afetos para comprovar a felicidade de um relacionamento... se é real mesmo, melhor guardar para os dois que no fim ela se irradia por conta própria.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Tallita.. sublime poesia.. vc tem uma forma muito suave de dizer o que sente.. enxerga longe o poder dos sentimentos.. e como tu disse.. são pequenas coisas sem querer se mostrar em público como muito se vê hj em dia que solidificam o sentimento amor.. beijos moça querida e grato sempre pela sua visita..

    ResponderExcluir
  3. É essa simplicidade que faz o amor durar mais e mais =)
    Muito Lindo Tallita *-*

    Um Grande Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Também sou assim. Gosta de sentir dessa maneira. Amar dessa forma. Sem estardalhaço. Belíssimo poema. Desculpa pelo sumiço, a fase não anda nada boa por aqui. Senti saudade do seu magnífica cantinho. Beijinhos estalado.

    ResponderExcluir
  5. olá, bom dia talita.. a respeito de seu comentario que gostei muito e concordo plenamente com o que disse, é bom
    apreciar as coisas simples ao nosso redor, pois o tempo passado jamais é recuoerado.. acho que voce deve ser uma
    das pessoas que aproveita o tempo com coisas boas.. beijos flor e boa semana!!!

    t-alvez-p-oeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Lendo-te em teu blog, observa-se com facilidade o quanto cresces e te aprofundas na arte poética.
    Sim, a simplicidade do amor declarado à moda da terceira quadra justifica plenamente o primeiro verso: não é preciso o gesto complexo para se amar e para se declarar amor. Basta a cumplicidade, a companhia e a doçura do bem-estar. Beijossss

    ResponderExcluir
  7. Lindo as palavras e a imagem. Acho que amor de verdade é bem assim mesmo como descrito na sua poesia.
    Uma ótima semana Tallita!!!
    Bjs :)

    ResponderExcluir

Espero prender a atenção de vocês e fazer com que se identifiquem com cada palavra lida. Viaje comigo nessa imensidão de palavras.
Obrigado por comentar...Volte sempre!