sábado, 24 de junho de 2017

Rua da Saudade


Cá me encontro novamente envolvida em palavras
Não tenho como evitar o fluir dessas inspirações
Pois o pulsar da tua falta intensifica minhas rimas
E recorro à elas para transcrever minhas emoções

O trabalho, saída, leitura, não distraem minha cabeça

Passo cada instante perdida, pensando em você
E a rua da saudade cruza meu caminho sem licença
Aumentando meu desejo de sempre querer te ver

Vontade de você e de me prender nos teus braços

Te trazendo pra perto, pra sentir com toda afeição
O nosso amor verdadeiro em seus toques e beijos
E para sempre me aconchegar em seu coração





quarta-feira, 21 de junho de 2017

(...)


"Perder o amor é algo terrível - Mamãe disse suavemente -
Mas virar as costas para ele é insuportável. 
Você vai passar o resto da vida repassando isso na sua cabeça? 
Imaginando se se afastou cedo demais ou com facilidade demais? 
Ou se vai algum dia vai amar alguém novamente com tanta profundidade?"

domingo, 18 de junho de 2017

(...)



Não sei se te fiz entender que não importa
se hoje é intenso ou se amanhã não for
se os dias trazem consigo o cansaço ou o alivio
mas tudo é sempre ajustado quando não falta amor

Ao menos uma vez não pense no amanha
mas se oscilar os pensamentos e vir a pensar
pense em mim como uma resposta às tuas indagações
o aconchego bom após o dia exaustivo
uma passagem segura para o caminho indeciso

Alguém que poderia ter passado despercebido por ti
mas fez uma página inesquecível na tua história
o capitulo que descompassou seu coração
que descomprometeu tua expectativa
e te fez querer residir para sempre em minha vida


quinta-feira, 15 de junho de 2017

(SEN-TI)r



Não usei rimas, nem versos, nem poemas
apenas deixei correr em mim as palavras
afim de aliviar um pouco esse turbilhão
de pensamentos e emoções que me cercam

Aumento o volume das musicas e me submerso
no ritmo, na melodia, nas letras e repetidos refrões
que colidem com o sentimento em mim existente
me fazendo absorver com intensidade o que sinto

Perco a noção do tempo e não quero encontrá-lo
me desligo de tudo que esteja ao meu redor
uma dor profunda quando de fato sentida
evolui mais rápido a cicatrização da ferida


sexta-feira, 2 de junho de 2017

Bordando verso


Se o pensamento borda teu rosto
E a mente não deixa te esquecer
As lembranças buscam teu gosto
Remendando a vontade te ver

Se um dia a saudade me rasga
E o aperto do coração tortura
No outro tua presença me afaga
E teu beijo e abraço me costura






terça-feira, 30 de maio de 2017

A presença do presente nostálgico


Somos eternos nostálgicos!!
Nunca contentes com o presente, sempre receosos com o futuro. 
Apegamos-nos a quaisquer resquícios do que já foi bom em nossa vivencia e que já tenha passado. E até pecamos muitas vezes ao tentar reviver o que deveria pra sempre ficar nas lembranças, implacáveis e intactas, belos e pequenos recortes de uma grande revista “abarrotada” de publicidade barata e textos ruins como esse que escrevo.
Contenha-se, já passou. 
E contente-se, não foi melhor ou pior, só foi. As oportunidades cresceram?
Cresceram, mas não mais que os sonhos, ambições imensuráveis e insaciáveis que habitam em nós. Nunca satisfeitos, mas nem por isso, errados. Seus pais também foram assim, como também seu tataravô. 
Seja você, eu ou um pintor renascentista, todos acreditam que vivem no auge da humanidade, e vivem, até o próximo sonhador nascer. 
Só temos o presente, mas o temos em nossas mãos e por inteiro, e enquanto você viver com a cabeça nele, fique frio, ele de certa forma é infinito.

“Ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais” (Belchior)



Leonardo Coelho

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Expressão sem rima...


A possibilidade é infinita
posso ate desejar viver outras coisas
mas parece que você me apreendeu
quando criou na minha mente um novo mundo

Eu posso é inventar formas pra esquecer
mas quanto mais tento me distrair
caiu nas armadilhas da saudade
lembrando teu cheiro e gosto dos beijos
como se no meu lapso de inconsciência 
ouvisse tua voz sussurrar  "eu te amo"

Paro feito boba no meio do tempo
e por um segundo longe da nossa tal realidade
me sinto a pessoa mais sortuda 
por transcrever na memória a linguagem das nossas peles

Gosto de saber que teu amor me escolheu 
de sentir a ansiedade por cada encontro
e já querer saber a data do próximo
sentindo a vontade de te ver aumentar
para observar seus traços de felicidade
sendo definidos pelo prazer deslumbrante em me ver

Teus olhos parecem que me veem com um escape
como uma resposta ao teu grito de socorro
Ou uma passagem para a fuga da tempestade
Ou o abraço gostoso depois de saltar de um abismo
Como se ao me encontrar, vivesse a versão da historia que tanto procura




quinta-feira, 25 de maio de 2017

Quase estamos em paz...



Caminho exaustivamente pelos dias, atravesso a agonia da rotina, sacrifico o limite, estendo os horários. Percorro os dias e conto as semanas, agora o tempo é quase pouco. 

Avisto um bom porto para descansar da viagem, ancoro. Do céu aberto identifico a árvore, o galho e seu ramo, recolherei as asas. 

A distância do meu colo deitado em teu ombro diminui. O teu cheiro já alerta tua chegada. A realidade se despede para nos dar o sonho. 

Amarei fortemente, pois a força é meu descanso. Meu corpo ocupará o seu no mesmo lugar do espaço, sem física que nos explique. 

Juntos nada nos justifica ou questiona, dispensamos as palavras, importa os lábios. Quase estamos em paz.


Cáh Morandi

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Teu nome em meus versos

                                      Resultado de imagem para coraçao na maquina de escrever tumblr

Usando as palavras faço sonetos
Teu nome em secreto eu exponho
Sutilmente nas rimas e nos versos
Das poesias que para ti componho

Sou falha na correspondência do amor
Sempre fujo de grandes declarações
A linguagem dos poetas, acho melhor
Para expor de fato minhas emoções

Minha timidez não me deixa falar
Mas se dispor-se a ler-me saberás
Pois cada poema vem confessar
Que meu amor por ti não passará







segunda-feira, 22 de maio de 2017

Dia do Abraço



Agora, eu queria...
poder me perder nos seus carinhos,
me desmanchar com os seus beijos,
sentindo minha alma florir sorrisos
por estar envolvida em seus abraços.








terça-feira, 9 de maio de 2017

Ponteiros da Saudade


Infinitos segundos de saudade
Cabem nas horas do meu dia
E o ponteiro marca a vontade
De desfrutar da tua companhia

Minhas palavras buscam você
Desejando-te inconscientemente
Insistindo sempre em me dizer
Que contigo o coração é contente

Aproveito essa tua ausência
E mergulho em meus anseios
Remendando uma nova poesia
Com os versos nunca esquecidos





PoeSua...


Revelo-te sempre meus desejos
Que com teus beijos se afloram
Aquecidos no calor dos abraços
Quando os toques se completam

Entre nossas peles há um dialogo
E os corações falam o que sentem
Dentro dos suspiros de um afago
É que nossos íntimos se entendem

Eu vejo as rimas em teus olhos
Que deixam a minha alma nua
Desmanchando os meus versos
Mudando minha poesia em poeSua





terça-feira, 25 de abril de 2017

Sobre as noites de Insônia



Nas noites de insônia eu penso em te escrever
Saudade sempre invadindo a minha madrugada
Almejando fazer dos teus braços minha morada
Meu pensamento voa longe desejando ter você

Não sei mais o que fazer, esquecer-te não consigo
Se acordada ou dormindo teu rosto se faz presente
Como em um labirinto estou presa aos teus carinhos
Querer-te sempre, se tornou o meu desejo frequente

Anseio cada encontro para ver teus olhos nos meus
Como se nossas almas se entrelaçassem no olhar
Intensificando cada gesto em todos os beijos teus
Ah, se o mundo parasse só pra gente se sintonizar






terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

(...)


“Meu coração é lírico demais pro teu analfabetismo poético."

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Viva


Eu queria poder mudar
Todas as plantas do seu jardim antes de te acordar
Eu só queria um pouco mais de tempo pra me acostumar

Eu gostaria de recomeçar
Aquilo tudo que eu te falei, antes de viajar
E me perder um pouco mais a cada dia que eu passei por lá

Deixa eu fazer diferente
Deixa eu mostrar que a confusão que a gente
Faz é parecida entre a gente
Quem é que vai nos proteger agora?

Por isso viva
Independente do que te aconteça
Embora não pareça eu sempre estarei do seu lado pra ajudar
Pra te ouvir reclamar, das coisas simples que você
Sempre transforma num problema

Mas agora, você me manda ir embora
Eu sempre estive fora de cogitação
Eu nunca quis ouvir demais o coração
Que sempre me falou
Que eu gostava tanto de você amor.


(Zimbra)

E foi assim...


Entre sorrisos bobos cruzamos nossas taças de vinhos
Você e seu bom humor cativou-me imediatamente
E a sintonia entre o teu toque e o meu foi suficiente
Para unir os nossos  lábios e  laçar os nossos caminhos

E foi assim que te deixei preencher as minhas lacunas
Sem me importar com as consequências do sentimento
Apenas me permiti viver e reviver contigo cada momento
E você consolidou em mim todas as suas palavras avulsas

Te amarei em cada suspiro da mente e pulsar do coração
Não consigo imaginar como seria viver sem o teu cuidado
Ou em compartilhar uma vida sem ter você ao meu lado
Para trazer o equilíbrio necessário da minha louca emoção



segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Medley da Porta


Confesso acordei achando tudo indiferente
Verdade acabei sentindo cada dia igual
Quem sabe isso passa sendo eu tão inconstante
Quem sabe o amor tenha chegado ao final

Não vou dizer que tudo é banalidade
Ainda há surpresas mas eu sempre quero mais
É mesmo exagero ou vaidade
Eu não te dou sossego, eu não me deixo em paz

Não vou pedir a porta aberta é como olhar pra trás
Não vou mentir nem tudo que falei eu sou capaz
Não vou roubar teu tempo eu já roubei demais

Eu tranco a porta pra todas as mentiras
E a verdade também está lá fora
Agora a porta está trancada

A porta fechada me lembra você a toda hora
A hora me lembra o tempo que se perdeu
Perder é não ter a bússola
É não ter aquilo que era seu
E o que você quer? Orientação?

Eu vou contar pra todo mundo, eu vou pichar sua rua
Vou bater na sua porta de noite completamente nua
Quem sabe então assim, você repara em mim
Quem sabe então assim, você repara em mim

Não vou viver, como alguém que só espera um novo amor
Há outras coisas no caminho aonde eu vou
As vezes ando só, trocando passos com a solidão
Momentos que são meus e que não abro mão

Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há em mim e basta
Outro tempo começou pra mim agora

Vou deixar a rua me levar, ver a cidade se acender
A lua vai banhar esse lugar e eu vou lembrar você
Vou deixar a rua me levar, Ver a cidade se acender
A lua vai banhar esse lugar e eu vou lembrar você

É... mas tenho ainda muita coisa pra arrumar
Promessas que me fiz e que ainda não cumpri
Palavras me aguardam o tempo exato pra falar
Coisas minhas, talvez você nem queira ouvir

Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há em mim e basta
Outro tempo começou pra mim agora

Vou deixar a rua me levar, ver a cidade se acender
A lua vai banhar esse lugar e eu vou lembrar você

Eu quero te roubar prá mim
Eu que não sei pedir nada
Meu caminho é meio perdido
Mas que perder seja o melhor destino

Agora não vou mais mudar
Minha procura por si só já era o que eu queria achar
Quando você, chama meu nome
Eu que também não sei a onde estou
Prá mim que tudo era saudade, agora seja lá o que for

Eu só quero saber em qual rua minha vida, vai encostar na tua
Eu só quero saber em qual rua minha vida, vai encostar na tua


(Ana Carolina)

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Senti tua falta


Minha inconstância me levou a você
Seu rosto dominou meu pensamentos
Hoje desejei reviver nossos momentos
E assim fiz a saudade novamente acender

Senti falta dos nossos abraços no meu sofá
Dos beijos e carinhos trocados na madrugada
Das nossas saídas sem destino pela estrada
Até das historias que resolvemos deixar pra lá

Mesmo distantes nos mantemos apaixonados
Cumplicidade como a nossa é raro encontrar
Interpretamos os desejos apenas com o olhar
Por isso me desfaço de tudo para te ter ao meu lado