segunda-feira, 26 de junho de 2017

Já sinalizei meu amor


Já sinalizei meu amor de todas as formas pra você
Te Amo...sempre! Isto é um fato.
Sinto muito sua falta e penso em você demais
seja na minha rotina, nos suspiros antes de dormir ou 
até mesmo quando adormecida sonhando
E talvez por isto sempre passei a vida deixando espaços vazios
com a tal esperança de um dia você preenche-los

Mas depois de muito longe
Estamos chegando perto do nosso tempo
de garantir os abraços que nunca se desfizeram
e os beijos não terminados
Eu olho e vejo tanto passado nesse presente
que agora torna-se absurdo se não fizermos dele futuro.

Me torno boba as vezes, quando se trata de nós
Como guardar tuas palavras para reler novamente
e acreditar em cada uma delas, que fui realmente amada por você
Mas estou vendo os dias passando vorazmente
e me sinto impotente diante de tudo que esta acontecendo
Não escrevo essas palavras pedindo amor,
Apenas para regar o sentimento que você me fez acreditar sentir

Há anos venho suportado tudo, tentando evitar
mas não posso mais fugir do que sinto 
pois a ferida começa a arder, sufocar 
não sei o que fazer sem os seus beijos, 
ou sem seus olhares, toques  
não sei o que fazer com as minhas poesias
que sempre chamam por ti
Mas terei que aprender a viver sem se assim você se for

Pois tenho quase certeza, que não te verei mais
Não vou nunca mais sentir aquela sensação
De felicidade ao estar desfrutando da sua companhia
de conversar com você sobre o dia-a-dia
ou te falar como é bom sentir este amor
e te ver confessar seu prazer em estar comigo

Mas se desta vez não explorarmos todo este sentimento
e não nos entregarmos finalmente a este amor
e você novamente "nos" sacrificar
mesmo sem querer eu terei que virar as costas para este amor,
baterei a porta de vez...
e o adeus devastará a minha alma, mais uma vez...
mas será necessário para não mais criar falsas esperanças
e por fim dar um rumo a minha vida.


sábado, 24 de junho de 2017

Rua da Saudade


Cá me encontro novamente envolvida em palavras
Não tenho como evitar o fluir dessas inspirações
Pois o pulsar da tua falta intensifica minhas rimas
E recorro à elas para transcrever minhas emoções

O trabalho, saída, leitura, não distraem minha cabeça

Passo cada instante perdida, pensando em você
E a rua da saudade cruza meu caminho sem licença
Aumentando meu desejo de sempre querer te ver

Vontade de você e de me prender nos teus braços

Te trazendo pra perto, pra sentir com toda afeição
O nosso amor verdadeiro em seus toques e beijos
E para sempre me aconchegar em seu coração





quarta-feira, 21 de junho de 2017

(...)


"Perder o amor é algo terrível - Mamãe disse suavemente -
Mas virar as costas para ele é insuportável. 
Você vai passar o resto da vida repassando isso na sua cabeça? 
Imaginando se se afastou cedo demais ou com facilidade demais? 
Ou se vai algum dia vai amar alguém novamente com tanta profundidade?"

domingo, 18 de junho de 2017

(...)



Não sei se te fiz entender que não importa
se hoje é intenso ou se amanhã não for
se os dias trazem consigo o cansaço ou o alivio
mas tudo é sempre ajustado quando não falta amor

Ao menos uma vez não pense no amanha
mas se oscilar os pensamentos e vir a pensar
pense em mim como uma resposta às tuas indagações
o aconchego bom após o dia exaustivo
uma passagem segura para o caminho indeciso

Alguém que poderia ter passado despercebido por ti
mas fez uma página inesquecível na tua história
o capitulo que descompassou seu coração
que descomprometeu tua expectativa
e te fez querer residir para sempre em minha vida


quinta-feira, 15 de junho de 2017

(SEN-TI)r



Não usei rimas, nem versos, nem poemas
apenas deixei correr em mim as palavras
afim de aliviar um pouco esse turbilhão
de pensamentos e emoções que me cercam

Aumento o volume das musicas e me submerso
no ritmo, na melodia, nas letras e repetidos refrões
que colidem com o sentimento em mim existente
me fazendo absorver com intensidade o que sinto

Perco a noção do tempo e não quero encontrá-lo
me desligo de tudo que esteja ao meu redor
uma dor profunda quando de fato sentida
evolui mais rápido a cicatrização da ferida


sexta-feira, 2 de junho de 2017

Bordando verso


Se o pensamento borda teu rosto
E a mente não deixa te esquecer
As lembranças buscam teu gosto
Remendando a vontade te ver

Se um dia a saudade me rasga
E o aperto do coração tortura
No outro tua presença me afaga
E teu beijo e abraço me costura